Arquitetura, Cidade e Sustentabilidade

Arquitetos, urbanistas, designers, engenheiros, agentes do setor público e demais interessados no aperfeiçoamento de sua área profissional.

08/08

Início da próxima turma
SEG e QUA

09/08

Início da próxima turma
TER e QUI

Valores SÃO PAULO

VALORES*

Valores* dos Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu – São Paulo
Valor do curso de R$ 35.059,50*
Primeira mensalidade de R$500,00* e o restante de acordo com o plano escolhido
OpçãoParcelas Mensais e ConsecutivasParcela a ser paga*Valor final*
A36R$ 1.047,70R$ 37.717,13
B30R$ 1.239,69R$ 37.190,76
C24R$ 1.439,98R$ 34.559,44
D18R$ 1.919,97R$ 34.559,50
EÀ vistaR$ 29.296,64R$ 29.296,64

 

Valores Sorocaba

VALORES*

Valores* dos Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu – Sorocaba
Valor do curso de R$ 19.800,00*
Primeira mensalidade de R$500,00* e o restante de acordo com o plano escolhido
OpçãoParcelas Mensais e ConsecutivasParcela a ser paga*Valor final*
A36R$ 585,99R$ 21.095,69
B30R$ 693,21R$ 20.796,33
C24R$ 804,17R$ 19.300,16
D18R$ 1.072,22R$ 19.300,00
EÀ vistaR$ 16.405,04R$ 16.405,04

 

Por que fazer esse curso?

Torne-se um profissional preparado para redesenhar edificações e ambientes urbanos com performance sustentável, por meio de estratégias que aliem embasamento teórico, concepção vernacular e tecnologias diversas, em sintonia com a agenda global das principais cidades do mundo.
A Pós-Graduação em Arquitetura, Cidade e Sustentabilidade, apresenta conhecimentos, técnicas e tecnologias para atuar em escalas diversas, do edifício à cidade. Para isso, aprofunda conceitos como cidades compactas, usos mistos, compacidade, hibridismo e mobilidade urbana, rebatidos aos desafios profissionais atuais.
O esgotamento do modelo de cidade atual, com a predominância do individualismo, da monofuncionalidade e da intolerância, torna necessário um estudo aprofundado de como habitar este espaço com qualidade, autonomia, e com a manutenção do protagonismo de culturas e realidades locais.

A MATRIZ

Disciplinas

HORAS

Esta disciplina tem como objetivo identificar e interpretar os parâmetros determinados pelas condicionantes climáticas e pelas demandas de conforto ambiental dos usuários para a definição de estratégias de projeto arquitetônico sustentável. Para tanto, inicia-se pela coleta de dados climáticos do contexto local (temperaturas, umidade, ventos, etc.), os quais devem ser sistematizados através de meios gráficos apropriados para sua análise. A interpretação destes dados permite a definição de diretrizes para a adoção de diferentes estratégias projetuais, tais como proteção solar, ventilação natural, massa térmica, entre outros. Exemplos de projetos em diferentes contextos climáticos serão apresentados como maneira de analisar as possíveis soluções. Finalmente, serão apresentados em caráter introdutório o uso de modelos de simulação eletrônica de performance ambiental.
A implementação efetiva de estratégias de sustentabilidade em um empreendimento imobiliário depende de diversos fatores, entre eles uma análise econômica dos investimentos e respectivos retornos (diretos e indiretos). O estudo de viabilidade econômica, o planejamento dos investimentos e seu acompanhamento são imprescindíveis para subsidiar as decisões, visando a implementação das estratégias de sustentabilidade nos empreendimentos. Esta disciplina dará aos alunos uma ampla visão das estratégias de sustentabilidade aplicáveis ao mercado imobiliário, assim como formas de avaliar e comunicar seu impacto ambiental e econômico. Serão dadas as condições para que os alunos sejam capazes de planejar e administrar os custos ligados à sustentabilidade ao longo do desenvolvimento dos projetos e da construção de um empreendimento. A disciplina possui uma abordagem participativa, com aulas teóricas e exercícios práticos.
Desenvolvimento Sustentável, Novas Práticas, Indicadores de Sustentabilidade, Energias Alternativas, Mudanças Climáticas, Governança Ambiental Global, A Contextualização Ambiental de São Paulo, Ecourbanismo e Arquitetura Sustentável.e arquitetura e urbanismo, tais como: edificações, comunidades e cidades mais sustentáveis, destacando informações teóricas e estudos de caso sobre infraestrutura, técnicas, materiais de baixo impacto ambiental e social, permacultura, implantação de ecovilas e cidades.
Introdução ao conceito de conforto luminoso e suas variáveis de projeto e contexto; tipos de céu/disponibilidade de luz natural, aberturas, percepção e conforto visual, dimensionamento das aberturas, iluminação lateral e zenital e normas técnicas. A iluminação artificial apresenta conceito de conforto visual, sistemas de iluminação e métodos de cálculo
O ritmo da concentração populacional em áreas urbanas aumentou progressivamente a partir da revolução industrial. A partir disso, no século XXI, pela primeira vez na história, atingimos a marca de três bilhões de pessoas vivendo em áreas urbanas: metade da população mundial. Impactos socioambientais decorrentes da construção, ampliação e manutenção das cidades, crescem na mesma proporção. A geração de resíduos sólidos é um desses impactos que tem acompanhado esse crescimento e não o menos significativo. A reação aos problemas de planejamento e gestão ineficiente ou inexistente dos resíduos sólidos levou a elaboração e implementação de planos, programas e projetos, alguns dos quais exitosos. Apesar disso, questiona-se: serão suficientes para a reversão do quadro de degradação social, urbano e ambiental? Quais são os novos conceitos de planejamento, gestão e infraestrutura urbana a tais desafios?
Estudo sobre o projeto de Pesquisa. Análise de modelos de projetos. Estrutura do Projeto de Pesquisa.

Total

366

* Para poder iniciar as orientações para o TCC, é compulsório cursar e ser aprovado na disciplina “Metodologia da Pesquisa Científica”.
** As disciplinas optativas garantem um enriquecimento de conhecimento e currículo ao aluno que, além das disciplinas obrigatórias, irá optar por mais 2 disciplinas de outros cursos da Pós-Graduação.

OS PROFESSORES

COORDENAÇÃO

ricardo.martos@belasartes.br
Currículo Lattes

Mestre em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (2003), docente na graduação em Arquitetura e Urbanismo do Mackenzie (2011) nas disciplinas de Sistemas Tecnológicos e Projeto Arquitetônico, em módulo que dá ênfase a projetos de edifícios multifuncionais, híbridos, e suas relações com o espaço urbano. Iniciou suas atividades como docente na graduação do curso de Arquitetura e Urbanismo do Centro Universitário Belas Artes (2012), onde é docente nas disciplinas de Legislação Profissional e Projeto Arquitetônico; e Coordenador de Pós-Graduação. Sócio fundador do escritório de projetos Lucchini Martos (2001), e a arquiteto no escritório KSAA com produção de edifícios habitacionais, escolas e programas diversos. Autor de diversos projetos em diferentes escalas, dentre eles o redesenho com proposta de novas mobilidades para a Avenida Robert Kennedy, o Projeto de Requalificação da Rua Visconde de Inhaúma e o Monumento dos 150 anos da universidade Mackenzie. Organizador do livro Arquitetura, Cidade e Sustentabilidade (2016).

TOUR 360

Já vai embora?

Insira suas informações abaixo e receba nossas novidades