Arte contemporânea e sociedade

Artistas visuais e criadores em artes cênicas, dança e performance; Pesquisadores da área de artes, ciências sociais e humanidades; Críticos de arte, curadores e gestores culturais; Empreendedores da área da economia criativa; Profissionais das áreas de comunicação social, entretenimento, arquitetura e design.

Valores SÃO PAULO

VALORES

Valores dos Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu São Paulo
Valor do curso de R$ 32.659,00*
Primeira mensalidade de R$500,00* e o restante de acordo com o plano escolhido
OpçãoParcelas Mensais e ConsecutivasParcela a ser pagaValor Final
A36R$ 975,08*R$ 35.102,88*
B30R$ 1.153,74*R$ 34.612,33*
C24R$ 1.339,96*R$ 32.158,93*
D18R$ 1.786,61*R$ 32.159,00*
EÀ vistaR$ 27.252,47*R$ 27.252,47*

Por que fazer esse curso?

A Pós-graduação em Arte Contemporânea e Sociedade tem o objetivo de desenvolver estudos e práticas em arte contemporânea por intermédio da produção e reflexão entre artes, cultura, ciências sociais e humanidades, estimulando a produção artística dos discentes a partir da formação, capacitação e debate sobre os temas e metodologias artísticas contemporâneas.

O curso é ideal para artistas visuais, criadores em artes cênicas, dança e performance, pesquisadores de artes, ciências sociais e humanidades, críticos de arte, curadores, gestores culturais, empreendedores da Economia Criativa, profissionais da comunicação social, entretenimento, arquitetura e design.

O curso prepara o profissional com práticas e processos de criação em arte contemporânea, gestão e difusão de projetos, identificação dos novos atores e sujeitos, temas, suportes e linguagens para elaboração e análise de projetos e obras.

A MATRIZ

Disciplinas

HORAS

A luz como elemento de projeto de iluminação comercial. Quantidade e qualidade da luz. Ciência e arte na iluminação. Funções da luz no espaço. O conforto lumínico dentro do conforto ambiental. Aplicações de fontes artificiais de luz dentro dos ambientes comerciais e efeitos pretendidos. Dados de projetos bem e mal sucedidos, critérios para elaboração de projetos de iluminação. Estudos de casos e exercícios práticos para fixação de conceitos, grandezas, unidades, cálculos e equipamentos de iluminação. Orientação para elaboração de projeto executivo de iluminação. Atendimento às normas vigentes. Informações para garantir um caderno de especificações bem definido, no intuito de se atingir os resultados pretendidos e facilitar manutenções futuras.

A luz como elemento de projeto. Quantidade e qualidade da luz. Ciência e arte na iluminação. Funções da luz no espaço. O conforto lumínico dentro do conforto ambiental. Aplicações de fontes artificiais de luz dentro dos ambientes laborativos, efeitos pretendidos, dados de projetos bem e mal sucedidos. Critérios para elaboração de projetos de iluminação. Estudos de casos e exercícios práticos para fixação de conceitos, grandezas, unidades, cálculos e equipamentos de iluminação. Orientação para elaboração de projeto executivo de iluminação. Atendimento às normas vigentes. Informações para garantir um caderno de especificações bem definido no intuito de se atingir os resultados pretendidos e facilitar manutenções.

Metodologia e etapas de projetos de iluminação para espaços residenciais. Partidos luminotécnicos, sistemas de iluminação, fontes luminosas, tipos de luminárias. IIluminância recomendada para cada ambiente e estudos de caso, visando o conforto, aspectos plásticos para a eficiência energética.

A disciplina apresenta um panorama da história do teatro relacionado com o desenvolvimento da iluminação cênica desde seus aspectos estéticos e técnicos. Apresenta instrumentos e possibilidades técnicas contemporâneas para iluminação cênica no Brasil e no mundo. Apresenta implicações e aplicações do cargo de iluminador em diferentes companhias e formatos teatrais. Apresenta possibilidades estáticas da iluminação cênica, o conceito de dramaturgia da luz de forma teórica e prática.

A disciplina propõe uma reflexão teórico-prática sobre a estética de iluminação para eventos, com ênfase em iluminação de shows. O estudo se apóia em trabalhos de lighting designers brasileiros e estrangeiros, bem como em história da arte e estética. Proporciona ao aluno um panorama sobre história e estética da iluminação em eventos e shows. Fornece uma visão ampla sobre o mercado de trabalho. Apresenta os conceitos de mapas e roteiros de luz. Desenvolve uma reflexão sobre a linguagem da iluminação para eventos, suas funções e interações com os demais elementos visuais.

Apresenta-se o conceito de saúde segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) e os componentes do sistema visual. São discutidos os pontos fundamentais para a avaliação da qualidade da iluminação em relação às necessidades humanas e de conforto visual. Trata-se da importância da luz natural para a saúde. Trata-se da questão dos efeitos psicológicos da iluminação. São discutidos os efeitos da luz sobre o cérebro, com enfoque sobre os efeitos biológicos da luz azul. Estuda-se a fadiga visual em trabalhos digitais sob diversas condições ambientais. São analisadas as repercussões do ofuscamento sobre as tarefas visuais. Trata-se do tema dos requisitos de iluminação para o idoso.

As instalações elétricas e as relações com o projeto de arquitetura. Fornecimento, entrada e distribuição de energia. Conceitos e noções de eletricidade, corrente, tensão e potência. Partes, componentes, dispositivos e materiais que compõem o projeto das Instalações elétricas prediais em baixa tensão. Novos conceitos e tecnologias em sistemas prediais. Interfaces com sistemas construtivos industrializados e pré fabricados.

A disciplina aborda os aspectos quantitativos e qualitativos da luz natural, a fim de propiciar a reflexão e discussão das questões envolvidas no projeto de iluminação natural na arquitetura. Tendo por objetivo a conscientização da importância da iluminação como parâmetro do espaço arquitetônico.

Métodos de cálculos manuais (método dos Lumens e método ponto a ponto). Simulação computacional  da iluminação natural e da artificial (software Relux). Comandos operacionais do software desde a instalação do software, a modelagem dos ambientes externos e internos em termos de dimensões, materiais, cores e acabamentos até a inserção das luminárias com suas características luminotécnicas, os cálculos e as saídas de dados, inclusive em termos de relatório.

A disciplina aborda a questão do Retrofit como elemento de eficiência energética no ambiente construído enfatizando os setores: Comercial (Comércio e Serviços), Residencial e Industrial. O curso apresenta o potencial de redução do consumo de energia elétrica na massa edificada nacional e demonstra a possibilidade de atuação neste importante segmento da construção civil. Como forma de exemplificar ações, o curso apresenta diversos estudos de caso com resultados qualitativos e quantitativos. O curso propõe a execução de um exercício que deve ser realizado pelos alunos com o acompanhamento do professor e que considere o método apresentado, inclusive com o cálculo do pay-back. Após completar a disciplina, os alunos estarão aptos a desenvolver ações de retrofit no uso final de iluminação artificial.

A disciplina apresenta a tecnologia associada à iluminação inteligente, entendendo-se como inteligência o uso eficiente e consciente dos recursos energéticos e de luminosidade. O uso ineficiente da energia luminosa leva a um desperdício de energia; por meio de um sistema de controle interativo, pode-se obter a redução dos custos operacionais com a garantia da utilização do nível correto e necessário de luminosidade. Um controle na ponta dos dedos como detecção de presença e uso eficiente da luz natural. Desenvolvimento de projeto de luminária “inteligente”.

A disciplina apresenta e permite conhecer as características e aplicações das mais diversas fontes de luz, bem como luminárias e equipamentos auxiliares, detalhando os pontos de maior interesse e avanços tecnológicos. Oferece conteúdo para uma análise qualitativa e quantitativa de desempenho e avalia aspectos energéticos, ambientais e estéticos.

Estudo sobre o projeto de Pesquisa.
Análise de modelos de projetos.
Estrutura do Projeto de Pesquisa.

Estudo sobre o projeto de Pesquisa.
Análise de modelos de projetos.
Estrutura do Projeto de Pesquisa.

Estudo sobre o projeto de Pesquisa.
Análise de modelos de projetos.
Estrutura do Projeto de Pesquisa.

Total

366

* Para poder iniciar as orientações para o TCC, é compulsório cursar e ser aprovado na disciplina “Metodologia da Pesquisa Científica”.
** As disciplinas optativas garantem um enriquecimento de conhecimento e currículo ao aluno que, além das disciplinas obrigatórias, irá optar por mais 2 disciplinas de outros cursos da Pós-Graduação.

OS PROFESSORES

COORDENAÇÃO


Currículo Lattes

Graduado em Comunicação Social – Jornalismo pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL). Mestre em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e Especialista em Política e Relações Internacionais (Faculdade de Sociologia e Política de São Paulo). É Coordenador do Curso de Comunicação Social do Centro Universitário Belas Artes de São Paulo, onde leciona na graduação e pós-graduação. Docente da Fundação Armando Alvares Penteado (SP), tem experiência profissional nas áreas de jornalismo cultural e correspondência internacional, documentários, publicidade, relações públicas e projetos de cooperação internacional. Leciona e desenvolve pesquisas nas áreas de Crítica da Comunicação e da Cultura, Políticas do Audiovisual e Relações Internacionais.

TOUR 360

Já vai embora?

Insira suas informações abaixo e receba nossas novidades