Cenografia e Figurino

Arquitetos, designers, artistas plásticos, artistas cênicos, designers de moda e demais interessados no aperfeiçoamento de sua área profissional, ligados à Cenografia e Figurino.

09/08

Início da próxima turma
TER e QUI

Valores SÃO PAULO

VALORES*

Valores* dos Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu – São Paulo
Valor do curso de R$ 32.659,00*
Primeira mensalidade de R$500,00* e o restante de acordo com o plano escolhido
OpçãoParcelas Mensais e ConsecutivasParcela a ser paga*Valor Final*
A36R$ 975,08R$ 35.102,88
B30R$ 1.153,74R$ 34.612,33
C24R$ 1.339,96R$ 32.158,93
D18R$ 1.786,61R$ 32.159,00
EÀ vistaR$ 27.252,47R$ 27.252,47
 

Por que fazer esse curso?

Capacite-se para desenvolver projetos cenográficos para espetáculos teatrais, desfiles de moda, exposições, shows, balés, televisão, bem como figurinos para espetáculos de teatro, ópera, cinema e televisão, algumas das muitas áreas carentes de profissionais especializados atualmente.
A Pós-Graduação de “Cenografia e Figurinos” tem a cenografia teatral como foco central dos estudos, utilizando como base para discutir áreas correlatas. As aulas propiciam o embasamento teórico e histórico, bem como conhecimento de técnicas construtivas e processos de composição artística.
Cenografia, no âmbito atual, está inclusa em quase todas as diversificadas modalidades do mercado de negócios. Apesar disso, poucas são as instituições especializadas e disciplinas específicas desta área, tornando esse curso referência para as companhias dedicadas às artes e entretenimento no Brasil.

A MATRIZ

Disciplinas

HORAS

A caracterização (ou maquiagem cênica) é parte importante da composição cênica, auxiliando na criação de personagem em dialogo com a concepção dos figurinos. A disciplina aborda as diversas aplicações da caracterização em diferentes áreas: teatro, carnaval, musicais, televisão, publicidade, editorial de moda, dentre outros. Oferece noções teóricas e práticas sobre as funções expressivas e comunicativas da maquiagem teatral. Apresenta os materiais de uso da cosmetologia e técnicas de uso.
A Cenografia no cinema e na TV: como a cenografia está inserida no contexto da Direção de Arte. O entendimento do organograma da equipe de Arte; exercício de decupagem de roteiro. Linguagem e Estética. Espaços de Produção e Filmagem: Estúdio versus Locação. A Produção de Arte: responsabilidades da função, entendimento do roteiro e novo exercício de decupagem. Pesquisa de materiais e planilhas de orçamento. A Produção de objetos: responsabilidades da função, entendimento do roteiro. Pesquisa de objetos; particularidade da produção de objetos (termos de compromisso e responsabilidade; planilhas de orçamentos, administração de verba e cheques caução.)
Estudo da relevância da cenografia no mercado de eventos e sua intrínseca relação com o campo da Publicidade (stands em feiras), da Moda (desfiles) e da Museologia (exposições). Aborda o processo em todas as suas etapas de desenvolvimento. A definição da demanda, temas e briefings, processos criativos, estratégias de inserção de marcas e dos conteúdos propostos pela curadoria/direção. Apresentação de projeto (projeto preliminar e projeto executivo). Orçamento, adaptações de projeto e acompanhamento de montagem. Apresentação de técnicas e conceitos para a concepção dos espaços narrativos. Interdisciplinaridade e relação com instituições e agencias de produção cultural e agências comerciais.
Aborda, de maneira prática e teórica, a elaboração de trajes cênicos. Entender como o traje cênico se estrutura em minimamente seis aspectos: cor, forma, origem, movimento, textura e volume, investigando-os na teoria e na prática. Apresenta produções de referência do cenário mundial, trabalhos de figurinistas que atuam no Teatro e na Performance e que convidam à reflexão e ao fazer.

Explora um conjunto de conhecimentos básicos, que permite aos alunos prosseguirem estudos mais avançados nas áreas emergentes da realidade virtual e da realidade aumentada, capacitando à realização de trabalhos voltados para a cenografia. Apresenta técnicas de modelagem de ambientes virtuais e tecnologias para desenvolvimento de ambientes virtuais e aumentados e de realidade virtual imersiva.

Trata a elaboração de trajes para televisão, publicidade e cinema, de maneira teórica e prática, provocando a reflexão sobre os valores simbólicos e conceitos inerentes no uso do traje. Toma exemplos históricos como base de repertório e recursos para a criação contemporânea, explorando as formas de olhar e criar. Entender a responsabilidade do trabalho: com o público, a equipe criativa e o elenco. Desenvolvimento de exercícios práticos de criação e composição de trajes.
A disciplina aborda a História da Cenografia por meio de cinco encontros temáticos que analisam as principais concepções artísticas referentes à antiguidade, renascimento, naturalismo, arte moderna e contemporânea. A disciplina parte da leitura de aspectos formais da cenografia estabelecendo as devidas contextualizações do período histórico, caracterizando um trabalho interdisciplinar em História da Cenografia. Trata a história da indumentária como subsídio para procedimentos criativos contemporâneos.
Apresenta os fundamentos estéticos e técnicos da iluminação cênica, explorando as descobertas que deram origem a um pensamento sobre o trabalho do Lighting Designer e apresenta produções relevantes de referência neste campo. Traçar um painel do trabalho de iluminação relacionado à cenografia e ao espaço cenográfico, abordando processo criativo, estética da luz nos espetáculos, metodologia de trabalho, procedimentos e estudo de caso. Extende esta abordagem para áreas de atuação do cenógrafo: Teatro, Dança, Ópera, Shows musicais, Concertos, Eventos corporativos e Exposições.
Estudo dos processos de criação cenográfica considerando diversos aspectos pertinentes ao processo. Explora as possibilidades de tipologias e a expansão do espaço cênico teatral de lugares convencionais a não convencionais. Aborda a estética a partir do ponto de vista da cenografia e da definição do espaço cênico, bem como referências artísticas contemporâneas que estão na interface das Artes Visuais e do Teatro, convergindo para a prática e estética da cenografia, dos figurinos e da iluminação cênica. Ressalta a criação de repertório. Explora os modos do olhar e representar, tendo o desenho e a constituição de imagens como processo de pensamento e percepção de uma época em determinado lugar. Desenvolvimento de exercícios práticos, criação, composição e finalização por meio de diferentes meios e mídias.
Narrativa e roteiro: conceito, criação/adaptação e desenvolvimento. Tipos de roteiro. Construção de storyboard. Animatic. Expressividade e linguagem. Cenas, planos e enquadramentos de câmera. Desenvolvimento de roteiros e storyboards em animação.
Estudo sobre o projeto de Pesquisa. Análise de modelos de projetos. Estrutura do Projeto de Pesquisa.

Total

366

* Para poder iniciar as orientações para o TCC, é compulsório cursar e ser aprovado na disciplina “Metodologia da Pesquisa Científica”.
** As disciplinas optativas garantem um enriquecimento de conhecimento e currículo ao aluno que, além das disciplinas obrigatórias, irá optar por mais 2 disciplinas de outros cursos da Pós-Graduação.

OS PROFESSORES

COORDENAÇÃO

sergio.ortiz@belasartes.br

Currículo Lattes

Possui graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de São Paulo (2005) e mestrado em Artes Cênicas pela Universidade de São Paulo (2013). É sócio do escritório SLH Arquitetos Associados. Durante 11 anos foi sócio do escritório Sergio Santana Planejamento e Desenho da Paisagem, responsável pelo desenvolvimento de projetos importantes de arquitetura paisagística e urbanismo por todo país. Atualmente é professor do Centro Universitário Belas Artes de São Paulo e assistente de coordenação no curso de Arquitetura e Urbanismo e coordenador do curso de pós-graduação em cenografia e figurino desta Instituição. Integra o Banco Nacional de Avaliadores da Educação Superior (BaSis) vinculado ao Sinaes (Sistema Nacional de Avaliação do Ensino Superior) e INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira).Tem experiência nas áreas de Arquitetura, Paisagismo, Urbanismo e Artes, com ênfase em Cenografia e Indumentária, atuando principalmente nos seguintes temas: arquitetura, urbanismo, paisagismo, espaços livres, Barra da Tijuca(RJ), cenografia, indumentária, teatro e Peter Brook.

TOUR 360

Já vai embora?

Insira suas informações abaixo e receba nossas novidades